A Internet passou a ter papel fundamental para o fluxo de informações em todo nosso planeta. A todo instante é criado e compartilhado algum conteúdo, principalmente nas Redes Sociais, que se tornaram ferramentas imprescindíveis em toda ação de comunicação.

Mesmo com recursos limitados, micro e pequenas empresas, além dos profissionais liberais, estão conseguindo resultados positivos com o uso das Redes Sociais. Muitas vezes é a única ferramenta de comunicação utilizada por estas micro e pequenas empresas que movimentaram mais de R$636 bilhões em 2017. Realmente, o que é visto, é lembrado e aumenta muito a possibilidade de ser comprado e desejado. É necessário estar próximo dos consumidores e promover a empresa/pessoa da melhor maneira. Segundo dados levantados pela Hootsuite e We Are Social, já são 4 bilhões de pessoas conectadas na internet em 2018, mostrando que mais da metade da humanidade já tem acesso à web, já que a estimativa é que somos 7.6 bilhões de pessoas. Dessas, cerca de 3,2 bilhões de pessoas utilizam as Redes Sociais.

Para 2019 é esperado que as 4 tendências abaixo sejam características marcantes nas ações estratégicas de empresas e pessoas nas Redes Sociais:

Transmissões ao vivo:

As transmissões ao vivo (lives) são cada vez mais frequentes nas redes sociais, como Facebook, Instagram e Youtube. As empresas e pessoas dialogam diretamente com o público, aumentando o alcance e o engajamento, com a participação efetivas dos internautas através do envio de mensagens.

A diferença entre fazer uma transmissão ao vivo e publicar um vídeo sobre o que já aconteceu é a participação e interação do público sobre o que está sendo apresentado. As mensagens dos internautas interferem nas transmissões ao vivo, enquanto nos vídeos publicados após a gravação não têm interferência no que os internautas escrevem, pois o vídeo já foi gravado e não tem como inserir novos conteúdos.

O baixo custo de produção é outra característica que fez com que as “lives” se popularizasse tanto. Basta possuir um smartphone com a câmera funcionando bem e acesso a Internet. Conteúdos interessantes para serem publicados em transmissões ao vivo, são: entrevistas; eventos; aulas; como fazer; apresentação de produto/serviço/ideia; realização de sorteios etc.

Influenciadores digitais:

Quando um amigo ou amiga fala bem de alguma empresa é comum que instantaneamente nos desperte o interesse, pois esse amigo ou essa amiga tem credibilidade e nós confiamos.
Quanto mais pessoas com credibilidade falem bem de uma empresa, mais credibilidade essa empresa terá. E essa propaganda feita pelas pessoas vale muito mais do que qualquer anúncio que a empresa faça, seja nas redes sociais ou em qualquer mídia.

Seguindo esse raciocínio, empresas passaram a investir em influenciadores digitais, usando a sua credibilidade para promover sua marca. Anúncios sutis, com depoimentos positivos e indicação são muito utilizados. Os critérios para escolha do(a) influenciador(a) digital são diversos. O mais importante é comunicar para os públicos estratégicos da empresa.

O crescimento no investimento sobre os influenciadores digitais vem crescendo ao ponto de ser cada vez mais comum pessoas se intitularem como influenciadores digitais. Perfis são criados para promover ideias, pessoas, negócios, produtos e serviços. Com publicações frequentes e planejadas, os “digitais influencers” estão ganhando visibilidade e se tornando novas celebridades sociais.

Análise e utilização de conteúdos gerados pelos internautas:

Com a possibilidade de interagir com as empresas, produzir conteúdos e compartilhar na Internet, os usuários passaram a ter maior atenção das empresas e suas publicações fazem parte do processo de pesquisa de mercado.

Os internautas querem se sentir parte do processo de construção da marca, tendo sua opinião levada em consideração pela empresa. Dar voz ao público é um caminho sem volta e muito importante para a empresa se souber gerenciar esse ambiente de troca de informações, dando respostas em curto prazo e levando em consideração o que foi enviado pelos internautas.

Além da utilização de influenciadores digitais como divulgação, a divulgação de feedbacks de pessoas anônimas também ajudam na construção da credibilidade e autoridade da empresa. Os comentários públicos nas postagens, por exemplo, geram um engajamento muito poderoso para as empresas e são termômetros para a avaliação das estratégias e táticas da empresa.

Conteúdos de curta duração:

Conteúdos com duração de apenas 24 horas, os populares “Stories” do Facebook, Instagram e Youtube viraram febre. São conteúdos que trazem o senso de urgência para os usuários pela sua curta exposição. As publicações do Stories têm mais alcance do que as do feed do Instagram. Como o Stories aparece na parte superior do feed, aumenta a possibilidade dos seguidores verem o stories antes do feed.

Outro fator que ajuda no crescimento da audiência do stories é a comodidade da autoreprodução. Após clicar no primeiro stories, as postagens subsequentes de outros usuários são iniciadas automaticamente, sem a necessidade de tocar na tela do celular. Basta iniciar os stories com um toque na tela e assistir todas as postagens.

Visando atender às demandas do atual cenário da tecnologia e do Marketing, criamos o curso de Mídias Sociais, que possibilita aos interessados uma reflexão aprofundada sobre a plataforma das Mídias Sociais, os novos comportamentos do consumidor e as novas formas de gerar negócio nesse universo. As plataformas estudadas, serão: Facebook; Instagram; LinkedIn; Youtube; e WhatsApp Business. O curso possui 20 horas e acontecerá de segunda a sexta, em janeiro, das 19 às 21h.

Os públicos de interesse para o curso, são: empresários; comerciantes; lojistas; profissionais e estudantes de marketing, propaganda, comunicação, jornalismo e administração; profissionais liberais e qualquer pessoa que venda produtos ou serviços. Sejam bem-vindos(as)!

Perfil Profissional

Atua como gestor de Mídias Sociais desde 2010. Fundador e Diretor da Cative Públicos Estratégicos, empresa especializa em Marketing.

Compartilhe